Página 2 de 2

Re: Agave attenuata

Mensagem não lidaEnviado: Seg 19-Mai-2014 13:20
por MarcielS
Caraca! :shock:

Que inflorescência discreta neh, rs. :lol:

No caminho para minha casa, perto do palácio do governo, essa Agave attenuata é utilizada no canteiro central. São quase 1,5 km de Agave. Imaginem a cena insólita, quando parte delas resolvem florescer, rs.

Bela planta a sua Aloysio. : joia :

Abç

Re: Agave attenuata

Mensagem não lidaEnviado: Seg 19-Mai-2014 15:29
por Fatikn
Aloysio escreveu:Pois é, Fatima. Eu também não sabia, até que começou a sair um alien do centro dela e fui procurar na internet. As flores são pequenas, acho que dá pra ver no vídeo que eu fiz. O cheiro é bem suave (quase aspirei uma abelha :D ).


Vi as flores no video q você fez... são lindinhas!!! O trabalho das abelhas é um espetáculo à parte.... pena q o no video não tem cheiro... hehehehe... mas ainda assim, as imagens são lindas... :D

Re: Agave attenuata

Mensagem não lidaEnviado: Seg 19-Mai-2014 19:22
por Aloysio
Juliano Alves escreveu:Que tamanho de pendão floral :shock: .
Na minha mãe tem delas, espero um dia ver flores assim.

Verá sim, Juliano. Tenho certeza.


tuco escreveu:quando elas estão pequenas dá para cobrir, mas quando estão maiores a primeira geada queima as folhas externas e as outras geadas terminam por 'cozinhar' a planta toda...
até mais.

Então é isso, Tuco. Aqui, quando geia (acho que essa é a grafia correta), é uma vez só, duas no máximo.

Renan Chaves escreveu:Poxa vida uma bela planta..
mas que pena que quando da flores ela morre, mas a mãe natureza faz tudo certo.

Obrigado, Renan. Você tem razão, se é assim, é porque deu certo. As agaves que faziam diferente não seguiram adiante.

MarcielS escreveu:No caminho para minha casa, perto do palácio do governo, essa Agave attenuata é utilizada no canteiro central. São quase 1,5 km de Agave. Imaginem a cena insólita, quando parte delas resolvem florescer, rs.

Gostaria muito de ver isso, Marciel. Quando acontecer novamente, tire uma foto, por favor.

Obrigado novamente, Fatima.